domingo, 30 de março de 2008

PRÓDIGOS

Nós nascemos depois de uma ressaca ou no meio da abstinência da banda WHISKYMÓ (que voltou a ativa hoje novamente). Eu e o meu velho amigo de guerra (ou melhor, de palcos) Rato queríamos algo diferente. Eu sinceramente não sabia o que fazer para tentar mudar, mas ele sabia, e segui seus passos.

Recrutamos um velho e grande amigo que se chama Kleber e outro cara do bairro, Heitor.

Nos reunimos na fábrica do pai do Kleber e confesso que desde o primeiro momento rolou uma sintonia legal. A idéia era tocar um pouco mais de punk e hard core. Colocar uns reggaes às vezes também.

As músicas foram saindo. A gente foi se animando.
Mas infelizmente não arrumávamos lugares legais pra tocar. O som da banda começou a cair porque não conseguíamos nos ouvir. A banda começou a ter conflitos internos, o que para mim foi o fim.

Bom, a banda acabou com dois anos de vida.



Hoje, depois de dois anos consigo gostar um pouco dela. Fiquei muito tempo sem poder ouvir falar nessa banda, e nem conseguia ouvir os sons que a gente tocava. Foi traumático mesmo.
Não vou lavar roupa suja aqui porque não é miha intenção.
Minha intenção é deixar esse post pra mostrar que valeu a pena, mesmo sendo rápido. Mesmo sendo confuso. Gostei mesmo. Foi dessa época que fiz amizades maravilhosas que vão se perdurar por toda a vida. Tenho certeza disso.
Valeu!!!
Abraços
Daniel Bedotti Serra

4 comentários:

. Cáh . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
. Cáh . disse...

Déni Déni...!!!

gostava dos Pródigos..mas eu prefiro Whiskimó..=D

HuuUUummmm...

BeijOOOOOOO e um CherOOOO!!!

raTo! disse...

cara, não vou comentar sobre o post, pq vou começar bem e acabar falando merda, então, prefiro apenas dizer isto:

um dia vou mostrar algumas fotos para meu filho e dizer: seu pai teve uma banda de hardcore.

abraxxx

Mayara Hopp disse...

Curtia mto os pródigo e to curtindo tbm o Whiskymó..
Sempre que der vou estar nos shows pra curtir e apoiar vcs!!
bjooonnn