terça-feira, 12 de julho de 2011


SOS GERAÇÃO ADOLESCENTE

Enquanto me formava HOMEM, achava que facilmente mudaria o mundo. Com aquela velha garra de garoto ADOLESCENTE que realmente acreditava no sonho da mudança; que realmente acreditava no poder das palavras e atitudes; que realmente acreditava no poder do convencimento.

Entretanto, a vida vem, te atropela, te manda pro hospital mais caro e te cobra a conta, de maneira que não dá pra fugir da responsabilidade "capitalista"; de maneira que não dá pra não ceder, e o adolescente que achou um dia que mudaria o mundo, desiste para viver a vida do jeito que ela é.

Ganha-se de um lado, porém perde-se de outro.
E o que fazer?
Torcer para as gerações mais novas mudarem o mundo?
Tirar a responsabilidade que um dia esteve em minhas mãos, aceitar que eu cometi erros e perdi, e passar a responsabilidade para os mais jovens?
A única certeza é que minha geração não foi capaz nem de mudar o rumo da música brasileira, quanto mais o país ou o mundo.
Como será a próxima geração? O que esperar da próxima geração?

DANIEL BEDOTTI SERRA

6 comentários:

Leonardo disse...

É típico da juventude querer mudar o mundo. Mas, não vejo essa "rebeldia" nessa geração que está nascendo. Se isso é bom ou ruim, acho que só o tempo nos dirá.

Leka disse...

Caraca..."destruiu" no post, muito bom mesmo!! Concordo com cada parte...
bjs, paz e boa semana!
http://guerradosmundosleka.blogspot.com/

Conspiração Ideológica disse...

Existe um ótimo texto que têm muito a ver com isso que vc disse http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI247981-15230,00.html

Acontece também que os valores mudaram, hoje vale mais a pena o ´ter´ e rapidamente, do que a construção , em termos ideológicos, de algo... Se vota naquele político que melhor pode satisfazer as nossas vontades capitalistas, e não naquele que pode nos tirar algo e dar aos que precisam.
Pior, em São Paulo (estado e cidade) não apenas não se faz nada pela população em geral, mas ainda se demoniza essa população e quem trabalha por ela. Não se quer pobre viajando de avião, não pq. está tirando o assento do rico (isso seria egoísmo puro além de não ser verdade), mas pq. simplesmente não se quer que o pobre tenha o prazer de viajar (é egoísmo, maldade e profunda ignorância). É algo como ´sou da elite, então tenho que odiar os pobres, nordestinos e fins´. Parece um roteiro de novela da Globo...

Daniel disse...

Adorei o "parece um toteiro de novela da Globo..."
Muito bom.

Daniel

Jacques disse...

Essa geração Restart que está aí, cara?
Esquece!
Os caras estão ocupados demais seguindo algum retardado no Twitter ou jogando alguma porcaria online (onde se tem de ficar hooooras pra nada) pra ligar pra alguém além deles.
Lembra do desenho Wall-E onde tínhamos os gordinhos movidos à dieta do copão?
Pois é...
A coisa tá ficando assim...
E parabéns pelo ótimo blog.
Valeu.

Daniel disse...

Jacques... ótimo comentário.
Disse tudo.

Daniel