segunda-feira, 24 de agosto de 2009


A SUA FOME É IGUAL A DELES?

Qual é a sua fome?
Fome de uma comida prazerosa e gostosa ou fome de viver?
Você tem fome de que?
Por quanto tempo reclamaremos quando na verdade nada nos falta?
Quem tem blog não tem fome.
Deveria ter vontade de ajudar a matar a fome.

-
Que deixemos de reclamar a vida que desfrutamos!
Que deixemos de recusar a boa vida que vivemos!!
Que ajudemos quem mais precisa, e não ajudamos
E matemos a fome (dos que realmente necessitam) que não matamos!
-
-
Eu sei que é difícil ajudar, mas do que vale viver uma vida inteira sem ao menos ter tentado?
E quando estivermos com 80 anos (se aí chegarmos) e para trás olharmos e percebermos que a vida foi em vão?
Nada foi feito e nem tentado!
-
LAMENTÁVEL!
-
Eu me penitencio por isso!
Questiono o porquê de tudo isso que vemos. De toda essa merda que é atacada na nossa cara e mesmo assim ficamos cegos para certas coisas. Como o fato de vermos um mendigo desesperado por comida na rua e fingimos que não os vemos.
-
-
Eu me envergonho das cenas que vejo na minha cidade, e teria mais vergonha ainda se fosse um político eleito.
-
A intenção é apenas lembrar.

DANIEL BEDOTTI SERRA

10 comentários:

Mônica disse...

Daniel
Agora que eu tive curiosidade de ler sobre voce. Porque senão eu passo no computador o dia inteiro e adeus mamae. Como faz para conciliar?

Eu tenho muitas dificuldades, mas o maior orgulho que tenho é de ter sido criada pelos meus pais. Não queria outro de jeito nenhum. E também por ter estes irmãos . Acho que outros não teriam tanta tolerancia para comigo.
Sou privilegiada por nunca ter presenciado ao vivo estas cenas que colocou.
Eu já as conheço. Ms sempre chocam!
E sou privilegiada por viver onde vivo e está onde Deus me colocou.
Obrigada pela sua presença
Com carinho Monica

raTo! disse...

é cara, acho complicado isso. lógico que é animal a situação, mas antes de matarmos a fome alheia temos que matar a nossa.

não disse que tenho fome, mas acho que muita gente aqui morre de fome também, principalmente nos dias de frio como os de hoje.

talvez precisemos voltar com aquele nosso projeto antigo.

abraxxx,

Faces de Mulher disse...

Boa noite Daniel!!!
Bom navegar e atracar aqui...
Se espaço é de grande valor...
A vida não é perfeita...
Perfeição esta longe de nós...
Essas imagens demonstram isso que estou escrevendo...
O consumismo esta acima da humildade e do verdadeiro sentido do amor...
É triste mas é a pura realidade...
Mas, temos que admitir que, mesmo fazendo pouco, para muitos é o bastante...
Texto de análise magnífica...
Prazer!!!
Chrys

Walkyria Suleiman disse...

Ah Daniel, eu sinto uma culpa, nem sei bem de onde nem como, é como se tudo que tive a graça de ter, comida, escola, educação, tivesse esse gosto triste, sabendo que tantos não têm nem o mais elementar, tipo comida e água. Não sei...não sei se um dias nos livramos dessa culpa.

Jeany disse...

Que texto gostoso de ler...

Concordo plenamente... reclamamos de "barriga cheia".

Espero uma visitinha tua!

Beijao

E.Suruba disse...

postagem bonita a sua!
legal isso, não fechar os olhos pros problemas

Anne Lieri disse...

Daniel,imagens chocantes,texto perfeito e contundente!Assino embaixo!Parabéns!Abraços,

O Árabe disse...

Postagem forte, verdadeira e bem feita, Daniel. Precisamos, realmente, acordar para esta verdade. Meu abraço, parabéns!

Sun disse...

A pior fome é aquela que a alma sente. Fome de AMOR, de CARIDADE, de UNIÃO...Quando aprendermos a valorizar tudo aquilo que temos, e quando o homem souber o que é CARIDADE, e começar a partilhar igualmente os bens que a terra nos oferece, essa fome e todas as outras serão facilmente saciadas.

Obrigada pela presença no meu blog :) Sim eu considero aquilo um dom, e dou graças por o ter. Mas como tudo na vida, há sempre um lado negativo nas coisas. Né? :)

beijo e volte sempre*

Lisa Nunes disse...

Daniel
parece hipocrisia dizer que tenho fome viver, enquanto muitos morrem de fome de comida mesmo,por que não possuem o mínimo necessário para se manter vivo, as fotos são chocantes, e nos fazem refletir sobre essa realidade tão triste.
Parabéns pelo alerta, e pela intenção de compartilhar essa causa conosco.
Um abraço