sexta-feira, 27 de junho de 2008


A sensação é forte. Como nunca vista antes. Sinceramente não sei nada do futuro, mas sinto ele próximo de mim. Algo de concreto e diferente vai acontecer e mudará todo o rumo da história. E eu sou todo ouvidos e estou aberto para o que vier.


MINHA DOCE CRIANÇA

Ela tem um sorriso que parece e me faz lembrar de memórias da infância
De quando tudo era fresco como o brilhante céu azul
Agora então, quando vejo seu rosto
Ela me leva para aquele lugar especial
E se eu olhasse muito
Provavelmente perderia o controle e choraria

Oh, Oh, Oh
Minha doce criança
oh, oh, oh
Meu doce amor

Ela tem olhos do azul mais celestial
Como se eles pensassem na chuva
Eu odeio olhar naqueles olhos
E ver um traço de dor
Seus cabelos me lembram um lugar quente e seguro
Onde quando eu era criança eu me escondia
E rezava para o trovão
E para a chuva
Calmamente passarem por mim

Oh, Oh, Oh
Minha doce criança
Oh, Oh, Oh
Meu doce amor

Para onde vamos?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos?
Para onde vamos agora
Doce criança?
Para onde?
Para onde vamos agora?
Oh, não, não, não, não
Minha doce criança
Doce

Guns and Roses

2 comentários:

. Cáh . disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
jú mancin disse...

where do we go, now?

isso sim me faz lembrar de quando td era fresco como o brilhante céu azul!

adorei seu espaço!