sábado, 15 de maio de 2010


DINHEIRO!!!

Dinheiro! Dinheiro! Sempre dinheiro!
É bom e eu gosto, mas até quando o dinheiro é sinônimo de felicidade?
Quanto é necessário?
Sempre é necessário?
Há momentos e prazeres na vida que não se compara ao dinheiro. Momentos e prazeres esses que "não se compra com dinheiro". "O dinheiro não pode comprar".
Me canso de ceder a pressão de pessoas por causa do dinheiro. Para que se tenha mais dinheiro.
Sempre coloquei meus sonhos na frente de qualquer aposentadoria prematura.
Eu quero a vida!
Eu quero a vida como ela me quer. Do jeito que ela quiser.
Estou falando de destino.
Estou falando de quando a vida toma decisões pela gente. Do quanto o poder de decisão dela é soberano sobre nós, simples mortais.
E o dinheiro??? Sobrevive!!!
Nós não!

DANIEL BEDOTTI SERRA 

21 comentários:

Márcio Vandré disse...

Quando vi o título, pensei que tinha ganho na megasena! Hahaha!
O metal sobrevive, mas não conta histórias, porque no fim não é de ninguém.
Um abraço!

EU SOU NEGUINHA disse...

depende da maneira de quem vive...pra alguns dinheiro é tudo,para outros,apenas complemento..
enfim,tem que morre sem,tem quem equilibra..
beijos menino

Nova Civilização disse...

é necessário... Apenas necessário. É preciso, realmente não confundir! Deixar de viver por causa do dinheiro não tem fundamento. A vida é soberana e é nela que devemos esperar o melhor para nós e não no dinheiro, como você mesmo escreveu.

beijos

Gisele

Solange Maia disse...

digo sempre que numa madrugada fria, daquelas que a gente sente mais solidão do que merecia, de nada valeria um saco de dinheiro... em compensação um abraço quente, um ombro, um afago, faria raiar um sol dentro da gente !!!

dinheiro ?
no lugar do dinheiro, e só...

importante ver quem é o dono de quem...

beijo Daniel...
beijo...

tossan disse...

É verdade há coisas mais importantes que o dinheiro não compra de jeito nenhum. Abraço

Chica disse...

Não podemos colocar nossas felicidades no dinheiro... Ele é importante pra que tenhamos uma vida normal e legal, mas não é TUDO!!abração,chica( dinheiro algum cobre a felicidade agora que sentes ao ser papai, né? Mas até pra isso precisas dele...è dura a coisa,rrsr)

Sarah Slowaska disse...

Se ele trás felicidade ou não, eu não sei. Como já disseram, depende como se vive. Depende do que se deseja preencher: a alma ou a geladeira; a alma ou a casa; a alma ou a garagem. No que toca a alma, o dinheiro é passageiro. Isso quando a alma é vazia. Mas quando ela é plena, o dinheiro trás felicidade sim, trás realizações, materializa sonhos, nos livra de preocupações primárias que já nem sequer deveriam existir.

Isso tudo é muito relativo.
:)
Um beijo!

Anne Lieri disse...

Daniel,pode parecer clichê,mas acredito que tendo saude e um emprego(que infelizmente nem todos tem) o resto nos viramos!Onde comem 3,comem 4,5...o importante é ser feliz!Lindo e reflexivo texto!Abraços,

Menina Misteriosa disse...

Gosto de suas reflexões... da forma como encara e as enfrenta!
=)

Beijo!

disse...

Adorei seu texto e concordo plenamente.

Beijo.

Mônica disse...

Daniel
Eu quero a VIDA.
Que bela sintese!
Sabe, eu tenho dois tios maravilhosos, irmãos do papai.
Eles eram fazendeiros ricos, ajudaram há muitos de meus primos. Até o papai foi ajudado. Deu uma parte da fazenda, dizendo que não tinha sido justa a herança que ganhou na época.
E hoje?
Estão péssimos, precisando de meus irmãos ajudarem.
Talvez os outros parentes já tenham ajudado!
Um mundo dá uma volta e a gente assusta !
Tinham tanto dinheiro e agora que estão velhos , cada um com mais de 80, precisando de ser acolhidos.
Dá uma dor no coração!
com carinho MOnica

Eduardo Medeiros disse...

Daniel, digamos que a felecidade deve vir antes do dinheiro.

Parabéns pelo blog.

Olharotempo.blogspot.com

Tainá disse...

Ééééé não preciso nem comentar. Assino embaixo. Beijos

[ rod ] ® disse...

O dinheiro faz parte da vida ou por ele, nesses tempos, é governada! Faz coisas boas e destrói as relações humanas e no fim? Ou vive-se bem com ele ou por ele é pisoteado. Abs meu caro! e obrigado sempre...

brunobedotti disse...

Muito loko o texto!

Parabén DANI!

Traduziu um pensamento meu!

Abraçoooooooooooooooooo

Mariah disse...

se o dinheiro traz felicidade?
não sei!
mas estou certa de que infelicidade ele também não traz!

como diz amigo meu...
"bem melhor é sofrer em Paris..."

O Árabe disse...

Belas colocações, Daniel. Devemos saber usar o dinheiro... antes de sermos usados pela cobiça! :) Meu abraço, boa semana.

Heloísa Vilela disse...

Daniel, eu já vi esse maldito dinheiro colocar casamentos na corda bamba...

Claro que dinheiro é importante, e se faz de certo modo necessário. Mas se não há um equilibrio, de necessário fica perigoso, triste.

Beijos

Olívia Yale disse...

"money money money, must be funny in a rich men's world. money money money, always sunny, in a rich men's world".
O que era para ser um auxiliar, acaba sendo o centro do mundo de muitos e é ai que fica extremamente perigoso...

Luna disse...

Dinheiro nos proporciona momentos felizes, ou não?

[alice in chains é massa.]

Lucas B. disse...

O importante é você se fazer um homem e não uma puta.