terça-feira, 13 de abril de 2010


BANDA DESUIT - A MINHA VEZ 

Segundo o mini dicionário Aurélio, na sua 6ª edição, a palavra "banda¹" significa, dentre outras coisas... 3. Bando. 5. Pop. Grupo que executa música popular, podendo ter formação instrumental variada e ter, ou não, cantores(as) ou vocalista(s)...

DESUIT é o nome da minha banda de Rock Clássico.

Na minha singela opinião, o Rock Clássico é a melhor e mais antiga vertente do Rock, dentre tantos outros tipos de Rock que surgiram ao longo dos anos.

Mesmo com 31 anos gosto de andar em bando, com meus companheiros de banda. Me sinto livre; me sinto uma criança/adulta. Sinto como se realmente estivesse fazendo algo que tenha valor; algo que realmente preste. 

Além de ser prazeroso tocar e cantar, a música surte outros efeitos sobre mim. Música é como terapia. Através da música eu chego até a perfeição, já que acredito que uma nota musical é tão perfeita quanto a perfeição do Universo; quanto a perfeição da natureza; ou tão perfeito quanto é Deus (para aqueles que acreditam nele como eu).

Estamos apenas engatinhando, mas vejo que as pessoas que nos acompanham gostam da nossa música, e não nos acompanham porque são nossos amigos.

Estou orgulhoso!!! Depois de 19 (dezenove) anos tocando com bandas; depois de tantas pessoas que passaram por mim, chego à conclusão que estamos em sintonia.


DANIEL BEDOTTI SERRA

20 comentários:

Márcio Vandré disse...

Bom sentir isso, cara!
Feliz pela sua felicidade!
Que continue fazendo sucesso no seu âmago, pois fazer o que gosta é um passo para se dar bem na vida.
Um abraço!

.ana disse...

olha que legal! conheço tantos músicos... uns mais felizes, outros menos... uns que se dedicam completamente, outros que desistiram por causa da falta de retorno financeiro... vejo de tudo. não sei qual é teu caso, mas se está feliz, é sinal que anda pelo caminho certo.
eu não vivo sem música. a vida seria muito sem graça não fosse ela, para provocar nossos sentimentos. dos melhores aos piores.
;)

beijos!

Juliano disse...

Eu já acho a musica uma terapia para quem ouve, e deve ser 30 mil vezes melhor para quem toca né, eu toco violão, mas só em casa mesmo por diversão.

Abraços

Anne Lieri disse...

Daniel,seu texto me fez lembrar de minha irmã que tb canta.O lugar onde a vejo mais feliz é sempre no palco com sua banda!Cantar é um dom maravilhoso,preserve sempre esse menino rebelde do rock dentro de vc!Abraços,

Sarah Slowaska disse...

É tão bom fazermos algo que nos liberta, que nos faz bem, que nutre a nossa alma. Nos renova.

É uma delícia mesmo, viva todo o tipo de arte!
Beijos :)

Jou Jou Balangandã disse...

Dani,
temos mais é que cultivar tudo aquilo que nos faz bem.
Quando for a SP (breve) quero muito ter a oportunidade de ver vcs tocarem. Ah, e estou seguindo no twitter (joulino).

Bjous

EU SOU NEGUINHA disse...

Dani...
você é arte...
Beijos da Nega

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia, meu querido amigo.
passando para deixar um grande abraço e parabenizar pelo bela postagem.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... e MEU CADERNO DE POESIAS, deseja um dia de muito Sucesso e realizações plenas.
Saudações Educacionais !

prafrente disse...

instinto gregário e sentimento de pertença são sentimentos sociais que nos levam a andar em grupo.A música é uma excelente terapia, sem dúvida.Parabéns por sua banda e seu entusiasmo; a sociedade precisa de pessoas com entusiasmo.

Um abraço

Mônica disse...

Daniel
Eu sou um pouco (onte) para musica.
Não guardo uma letra de musica nem do meu cantor preferido: Roberto Carlos.
Banda. Eu só vejo no programa do Faustão e fico torcendo para aparecer as bandas mineiras. Só porque são de MG Se são boas nem sei.
Mas se você fosse tocar aqui, eu até arriscaria a sair de noite. Porque durmo as 9 horas da noite. Durmo com as galinhas.
E ia achar lindo porque só suas letras já me comovem.
E também eu queria conhecer sua namorada!
com carinho Monica

Mônica disse...

Esqueci de contar que estamos indo para Portugal sábado e voltaremos dia 29 de abril. Iremos passar o aniversário de mamae em Fátima, dia 20 de abril. Vou rezar para voce e sua banda fazer tanto sucesso que quando eu levar um susto voces estarão do Faustão.
com carinho Monica

Olívia Yale disse...

O mais importante em tudo isso é poder dizer que, nem que seja por algum tempo se encontra a felicidade plena e profunda.
Nunca deixar de ser criança é o segredo que muitos esqueceram de copiar e colar no seu navegador.
amei seu blog, virei sua seguidora.
grande beijo.

Olívia Yale disse...

O mais importante em tudo isso é poder dizer que, nem que seja por algum tempo se encontra a felicidade plena e profunda.
Nunca deixar de ser criança é o segredo que muitos esqueceram de copiar e colar no seu navegador.
amei seu blog, virei sua seguidora.
grande beijo.

Nova Civilização disse...

Que bom Daniel. Fiquei feliz com o que você escreveu. Também acredito muito na música. Sinto que ela produz muita alegria na nossa alma. Tenho certeza que a sua banda é show!!!

beijinhos

Gisele

Luciana ~~¤° disse...

Que maravilha Daniel.

Eu imagino que deve ser muito prazeroso trabalhar com a música ainda mais com pessoas em que hajam sintonia.
Torço pra que continuem "sintonizados".

beijos!

Menina Misteriosa disse...

Que bacana essa vibração, essa emoção toda! Fico feliz por você, pela banda!
E o estilo é sensacional!
Quem sabe, um dia, eu e alguns amigos possamos ir vê-los tocar. Algum show agendado pra Maio?

beijo

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

Érica disse...

É sssiiiimmmmm... Andar em bando é andar com parceria. É poder trocar, reconhecer. É boom demais. Não tenho uma banda, mas tenho um bando e sei bem a deliciosa sensação que é compartilhar com eles. Qualquer coisa de led zeppelin, queen, ac/dc ou rolling stones até uma cerveja gelada em qualquer botequim.

Beijos e meus parabéns pela banda, um dia ainda te prestigio.

[ rod ] ® disse...

Cara que bom ouvi-lo falar de um sonho realizado... isto motiva à todos! Olha só, eu não me chamo Rodolfo se eu não for um dia vê-lo tocar. Tô em falta contigo à dias...

Um abs meu caro

Inês disse...

Interessante seu blog!
Pois eu só tenho tido conflitos com bandas (só que em vez de 19 anos, estou há us 4!). Larguei o diploma de direito, então preciso rápido descobrir alguns segredos, ehhe...
Um abraço!
Inês.

Mônica disse...

Oi
Boa tarde M
Com carinho Monica