quarta-feira, 15 de julho de 2009


APENAS EU E VOCÊ

Pegue o sol emprestado apenas por essa noite, pois ele também pertence a você.
Vamos viajar juntos no meu barco de papel pelos rios limpos da cidade.
Traga a maçã verde do jardim do éden para mantermos eternamente a mesma idade.
E assim viveríamos intensamente, esse amor louco, apenas eu e você.

Empreste-me o seu instrumento musical favorito, retirarei dele todas as notas tristes para esquecermos que um dia nos separamos.
Pegue as cartas de amor que não sejam minhas e recicle esses papéis percebendo assim que nada está perdido, tudo se aproveita de alguma maneira.
Lave-se bem antes de dormir, sua noite será muito mais agradável.
E assim viveríamos felizes, esse amor louco, apenas eu e você.

Tome cuidado quando pular numa piscina de bolinhas, o tombo pode fazer com que você não ande mais.
Quando tentar correr, pense primeiro se você já aprendeu a andar.
Dê um tapa na cara daqueles que acham que você é apenas mais um rostinho lindo.
E assim viveríamos sem crise, esse amor louco, apenas eu e você.

Faça metas para o futuro, mas não deixe de viver com responsabilidade o presente.
As suas atitudes de hoje podem lhe trazer o choro de amanhã, só depende de você.
Espero nunca ter que lhe dizer: “Você está colhendo o que plantou!”
E assim viveríamos eternamente, esse amor louco, apenas eu e você.

Descarregue seu ódio no esgoto, mas nunca em cima de uma outra pessoa.
Uma palavra mal dita tem o poder de acabar com qualquer relacionamento uma vez que não cicatriza.
Estique-se três vezes por semana, isso evitará doenças na velhice.
E assim viveríamos muito tempo em vida, esse amor louco, apenas eu e você.

Receba as rosas que te darei num futuro breve com ternura e com muito carinho.
Agradeça todos os dias pela noite, ela significa que chegou a hora de descansar o corpo.
Agradeça todos os dias pelo dia, ele significa que chegou a hora de movimentar o corpo, pro bem ou pro mal, só depende de você.
E assim viveríamos como antigamente, esse amor louco, apenas eu e você.

Passeie de vez em quando no centro da cidade, lá você viverá a história dos seus antepassados.
Freqüente pelo menos uma vez uma favela, um prostíbulo, a cracolândia, e você entenderá a história que seus pais não lhe contaram, que só se aprende nas ruas.
Beba, vomite e aprenda a lidar com o limite do seu corpo, isso fará você se conhecer melhor.
E assim viveríamos excessivamente, esse amor louco, apenas eu e você.

Deseje ter um marido que cuide de você com carinho e respeito.
Que possa lhe dar filhos, frutos desse amor.
Juntos, comprem uma casa confortável e deposite lá dentro todo o amor que houver nessa vida.
E assim viveríamos todos os dias, esse amor louco, apenas eu e você.


DANIEL BEDOTTI SERRA
2008

3 comentários:

.: Juliana :. disse...

Obrigada!!!

Lindo texto!

Prity disse...

uau, que romântico. Muito bonito!

Anne Lieri disse...

Daniel,que maravilha de texto!Faz a gente sonhar!Adorei!Abraços,