quinta-feira, 14 de agosto de 2008

ISSO NÃO É MORRER

Ela é de muito longe daqui e não sei de onde é mais
O mundo dela é bem diferente do meu e eu já não me importo mais
Com ela eu me divirto e faço aquilo que não sei fazer
Ontem a noite eu perdi a cabeça e sem ela não sei mais viver

Porquê quando ela entra eu saio de mim
Esperando que aquilo nunca tenha um fim
O meu corpo adormece e minha mente enfim
Descansa um pouco nesse mundo que é tão ruim
Isso não é morrer

Meu tempo parece passar quando ela está assim
Impaciente e com muito amor pra descarregar em mim
Com ela eu me enveneno e faço aquilo que não sei fazer
Hoje eu escrevi uma carta suicída porquê sem ela não sei mais viver

Porquê quando as “portas abrem” ela vem pra mim
Devagar e viciante pra eu não fugir
Nas minhas veias ela corre esperando o fim
De mais um dia na minha vida que não foi feliz
Isso não é morrer

Se ela te pega ela não te larga e você vai se entregar também
É difícil resistir a essa dose e sobre isso eu sei
Nesse ponto o controle da sua vida você já perdeu
Você descobre que é fraco e ela é mais forte que você e eu

DANIEL BEDOTTI SERRA
26/06/2005

Um comentário:

bia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.