domingo, 13 de abril de 2008


O FILÓSOFO E O DIÁRIO


Hoje eu inicio o meu diário filosofando sobre as oportunidades que a vida nos dá, sobre os diversos ângulos de se enxergar uma mesma situação, em como a vida se parece com um rabo de lagartixa que se regenera quando cortado, em como ela se parece com o corpo que se restabelece quando ocorre um machucado.

O sol é para todos meu bem, mas a chuva também, portanto temos as mesmas qualidades de qualquer pessoa, basta apenas buscarmos no nosso íntimo essa felicidade tão almejada, mas tão distante ao mesmo tempo.

Distante por nos distanciarmos dela sempre que tropeçamos, sempre que acontece algo que não queremos. Por termos dificuldade em falar abertamente sobre nossos sentimentos com quem gostamos. Seja mais você. Enfrente o medo e exponha o seu ponto de vista. Quando meu último namoro acabou ouvi de uma amiga o seguinte: "Pense que você tinha mil motivos para ser feliz antes do seu namoro terminar, e agora que terminou você continua com 999 motivos para ser feliz". Ela tinha razão.

Meus queridos, o universo conspira ao nosso favor, portanto, pare de reclamar, se ele mudou algo em seu caminho era para o seu bem, acredite nisso. Confie nisso! Ou viva uma vida reclamando dos imprevistos que ela nos trás. A vida é uma constante evolução, e o ser humano também, por isso os relacionamentos amorosos são imensamente difíceis, porque a evolução de uma pessoa independe da outra. Nunca acredite num amor eterno, mas sim, valorize o seu momento com quem você gosta. Porque isso sim lhe trará boas recordações.

E quando digo para não acreditar num amor eterno, não significa que eu não acredite no amor, mas sim, que a vida é eterna, e nela podemos encontrar diversos amores, e não um só. Por isso, digo para aproveitar o momento. Cada amor encontrado, lhe ensinará algo e você também ensinará algo. Vivemos milhões de anos, então jamais nos relacionaremos com uma única pessoa. Se isso fosse possível não haveria evolução. Qualquer relacionamento, seja amoroso ou não, lhe trará algo positivo. Caberá a você saber transformar algo ruim em algo bom.

Outro conselho do filósofo é, se estiver cansado de procurar e só encontrar as pessoas erradas, pare de procurar, deixe que te encontrem, mas preste atenção, seja observador para não deixar passar mais uma oportunidade porque às vezes elas podem ser únicas. E também não deixe que alguém lhe faça mal, uma vez tudo bem, porque errar é humano, mas reincidir no erro já é sacanagem.

Quando Jesus Cristo disse para ceder a outra face quando alguém batesse na outra, não quis dizer para você ser um saco de pancadas, mas sim que você não deve revidar na mesma moeda, e que também tem o direito de manter-se afastado dessa pessoa que lhe fez mal. Não somos obrigados a gostar de quem não gosta da gente, mas também não precisamos fazer o mesmo que fazem com a gente.

Pense comigo: Se alguém lhe dá um presente e você não aceita esse presente, de quem é esse presente? Ainda é da pessoa que lhe deu, certo? Certo! Sendo assim, se alguém xingar você e você não aceitar esse xingamento, de quem pertence essa ofensa? De quem lhe ofendeu! Logo, não perca seu tempo absorvendo coisas ruins enviadas pelos outros, mantenha sua estrutura emocional em dia pois a vida vai exigir de você por coisas mais úteis e às vezes até mais perigosas.

O filósofo se despede do seu diário contente, feliz e a vontade para deixar esse texto a quem possa interessar. Até a próxima!!!



Daniel Bedotti Serra
19/03/2008

6 comentários:

. Cáh . disse...

A vida é deliciosamente ironica!

Te amOO!
Saudades que não cabe no s2

BeijO!

. Cáh . disse...

A vida é deliciosamente ironica!

Te amOO!
Saudades que não cabe no s2

BeijO!

raTo! disse...

sitting on the reef, smoking on the split.

neste feriado eu vou filosofar pra caralho, ahahahaha, igual ao último!

Mayara Hopp disse...

Gostei! Bem confiante ;)
No feriado todos nós iremos filosofar demaaaais! ahuahauh
Não quero nem ver!

=****

Danfern disse...

Perfeito !
:-)

Quantas vezes eu ainda terei que lhe agradecer pelo que leio aqui ????

:-)

Anônimo disse...

Aonde você se esconde
estou apaixonada