segunda-feira, 7 de abril de 2008


KURT COBAIN
Dia 05/04/2008 fez 14 anos do suicídio desse cara.
Abaixo segue a carta de despedida dele:


Para Boddah

Falando como um simplório experiente que obviamente preferiria ser um efeminado, infantil e chorão. Este bilhete deve ser fácil de entender. Todas as advertências dadas nas aulas de punk rock ao longo dos anos, desde minha primeira introdução a, digamos assim, ética envolvendo independência e o abraçar de sua comunidade, provaram ser verdadeiras.

Há muitos anos eu não venho sentindo excitação ao ouvir ou fazer música, bem como ao ler ou escrever. Minha culpa por isso é indescritível em palavras. Por exemplo, quando estou atrás do palco, as luzes se apagam e o ruído ensandecido da multidão começa, nada me afeta do jeito que afetava Freddie Mercury, que costumava amar, se deliciar com o amor e adoração da multidão - o que é uma coisa que totalmente admiro e invejo.

O fato é que não consigo enganar vocês, nenhum de vocês. Simplesmente não é justo para vocês e para mim. O pior crime que posso imaginar seria enganar as pessoas sendo falso e fingindo que estou me divertindo 100 por cento.

Às vezes acho que eu deveria acionar um despertador antes de entrar no palco. Tentei tudo que está em meus poderes para gostar disso (e eu gosto, Deus, acreditem-me, eu gosto, mas não o suficiente).

Me agrada o fato de que eu e nós atingimos e divertimos uma porção de gente. Devo ser um daqueles narcisistas que só dão valor as coisas quando elas se vão. Eu sou sensível demais. Preciso ficar um pouco dormente para ter de volta o entusiasmo que tinha quando criança. Em nossas últimas três turnês, tive um reconhecimento por parte de todas as pessoas que conheci pessoalmente e dos fãs de nossa música, mas eu ainda não consigo superar a frustração, a culpa e a empatia que tenho por todos. Existe o bom em todos nós e acho que eu simplesmente amo as pessoas demais, tanto que chego a me sentir mal. O triste, sensível, insatisfeito, pisciano, pequeno homem de Jesus.

Por que você simplesmente não aproveita? Eu não sei! Tenho uma esposa que é uma deusa, que transpira ambição e empatia e uma filha que me lembra demais de como eu costumava ser, cheio de amor e alegria, beijando todo mundo que encontra porque todo mundo é bom e não vai fazer mal a ela. Isto me aterroriza a ponto de eu mal conseguir funcionar. Mal posso suportar a idéia de Frances se tornando o triste, autodestrutivo e mórbido roqueiro que virei. Eu tive muito, muito mesmo, e sou grato por isso, mas desde os sete anos de idade passei a ter ódio de todos os humanos em geral. Apenas porque parece muito fácil se relacionar e ter empatia. Apenas porque eu amo e sinto demais por todas as pessoas, eu acho.

Obrigado do fundo de meu nauseado estômago queimando por suas cartas e sua preocupação ao longo dos anos. Eu sou mesmo um bebê errático e triste! Não tenho mais a paixão, então lembrem, é melhor queimar do que se apagar aos poucos.

Paz, Amor, Empatia.

Kurt Cobain
Frances e Courtney, estarei em seu altar. Por favor, vá em frente, Courtney, por Frances. Pela vida dela, que vai ser tão mais feliz sem mim. EU TE AMO, EU TE AMO!
*Boddah - Ursinho de pelúcia que ele brincava quando pequeno;
*Aos 7 anos seus pais se separaram.

11 comentários:

Danfern disse...

Esse é mais um Gênio que cedo se foi.

Uns amam a vida e a tem roubada por doenças ou por imbecis.

Outros, infelizmente, desistem.

Cobain precisava de ajuda, mas não soube como pedi-la para ter forças de seguir em frente...

Ele era de 20 de fevereiro tb, não?

raTo! disse...

Cara, nesta época eu presenciava outras coisas... anos mais tarde eu percebi o que ele era para a música. Até de Bad Religion ele gostava.

o único problema é cantar igual ele, bom... por isso q ele era único, um dos motivos.

Abraxxx

Mayara Hopp disse...

Boddah é o nome do meu baixo haha
Foda essa carta, toda vez que leio da calafrios! hahaha

fodaaaaaaaaaa!

bjus xixete

Anônimo disse...

kurt cuzão

vo mija no seu caixão

Anônimo disse...

o kurt morreu

antes ele do que eu

Anônimo disse...

E ae mano, essa carta é foda.
Aí vai um som que eu acho bem loko.



http://www.youtube.com/watch?v=nzUD4jGDmKk



Abraço


Caio

. Cáh . disse...

Curto ele iahiahiahiahiaa
Mas não curto mtoooo o Nirvana..!!
Mas ouço...!!!

=D

BEijOOO xuxuzinhO lindoooo!

Daniel disse...

Dan, ele é do mesmo dia que a gente sim. E se não me engano de 1967. Morreu com 27 anos.
Beijos e valeu pelo comentário.

Paula disse...

essa carta é foda mesmo...
dava pra ver q o kra já tava no fim..morto por dentro...
triste.. podia ter feito mto mais...
ow mas ouvi dizer q "terminaram" a carta.. ele ñ escreveu td isso..
é verdade?

bjs

Marília PSH disse...

"O fato é que não consigo enganar vocês, nenhum de vocês. Simplesmente não é justo para vocês e para mim. O pior crime que posso imaginar seria enganar as pessoas sendo falso e fingindo que estou me divertindo 100 por cento."

meeeuuu
q carta é essa?
eu não sei se já ouvi Nirvana... pasme... eu amava uma música e não sabia de quem era... uns anos atras descobri o nome e que era do The Doors... EU SOU UMA ANLFABETA MUSICAL...
mas pra mim não importa quem canta ou quem fez, se é rock ou forró... o importante é que a musica toque meu coração...
esse cara escrevia bem...

e eu concordo TOTAL COM ESSE TRECHO QUE EU COPIEI AQUI, pq eu sinto isso e hoje sinto mais que NUNCA.
t adoro DAAAAAAAANi

Diário de uma paulistana disse...

concordo com essa menina aí de cima... o q mais me arrepiou foi esse trecho!!!
d++!!!
o cara era d+!
lindo isso: "Existe o bom em todos nós e acho que eu simplesmente amo as pessoas demais, tanto que chego a me sentir mal. O triste, sensível, insatisfeito, pisciano, pequeno homem de Jesus."

daniiiii

AMO VC!!!

bjOkas
se cuida