quarta-feira, 2 de setembro de 2009


NO VERMELHO!

No vermelho não se pode fazer
O que mais se gosta
Que é sentir prazer

Desfrutar de momentos deliciosos
Com a mulher amada e recém casada
No calor com ela
No calor dela

No vermelho eu tenho que manter
Minha temperatura a zero
E distante dela, pois ela exige muito
E não há nada que se possa fazer
Independente do período
Ela não quer nem saber

Ninguém gosta de estar no vermelho
Não se sente o mesmo prazer
Se comparado aos demais momentos
É diferente! Não é difícil de entender

Chega a ser até injusto
No dia do nosso aniversário no vermelho estar
Não se pode comemorar
Vontades, não se pode matar
Não pode gastar
Não pode babar
Não pode misturar
Não pode entrelaçar
Não pode Transar
No vermelho!

DANIEL BEDOTTI SERRA

8 comentários:

Lilianne Mirian' disse...

Oi, visitar seu Blog foi um verdadeiro Praze, Querido, é fácil conseguir captar sua mensagem. Com ctz aparecerei mais vezes, ou seja, linkado =].
Na verdae concordo com você as (o amor) acontecem na proporção certa.
Qto a dúvida,a verdade é que ele não ta batendo a porta não.Tô tranquilo e sedenta ao mesmo tempo(que contradição) Rs! Mas se chegar eu Deixo entrar..
- Post MaravilhosoO NO vermelho.. ah! Horrível, mas da uma vontadee'..

Espero você sempre de Volta!
Super Beiijo!

Walkyria Suleiman disse...

Olha Daniel, depende muito sabe. Nem todo mundo foge do vermelho, como tbm nem todo mundo presta tanta atenção a essas coisas. Tem gente que até sente um plus nessas ocasiões. Rsrsrsrs.

Andarilho Descalço disse...

Tudo o que sei é que quando o céu fica vermelho é hora de garantir o que se conseguiu durante o dia.

Melanie Brown disse...

Mas o vermelho ainda é a cor da paixao...

:)

Cris Teles disse...

Que bacana o jogo de palavras!
Adorei o post!
;)

Mônica disse...

Voce é um poeta transformador. Transforma odesagradavel em beleza.
Com carinho Monica

Barbara disse...

Vermelho ?
O músculo cardío é vermelho.
Transe com o coração dela - dá uma de namoradinho de 12 de idade, passeia de mãos dadas, tenha uma conversa gostosa, leve, que o querer bem pode conduzir prá um monte de fontes de prazer.

Tempestade disse...

Vermelho...
Mas isso não quer dizer que tudo parou.
O amor continua sempre vivo, ou seja, vermelho!
Ame sempre!
Beijos Tempestuosos!