segunda-feira, 18 de janeiro de 2010


ÀS VEZES...

Às vezes me envolvo
Às vezes me desenvolvo
Às vezes fujo como uma criança indefesa
Às vezes encaro como um touro louco

Muitas vezes sou carinhoso
Tantas outras sou agressivo e impaciente
Danço conforme a minha música
Na força dos meus dentes

A tolerância é ZERO!
Porque cansei dos tolerantes
De sua passividade
Que faz naufragar os navegantes

Navegantes da tribo de Jáh
Navegantes da corrupção
Navegantes da insegurança
Navegantes da poluição

Poluição que sega a vista
Não me deixa enxergar
O necessário para seguir a vida

Para encarar realidades
Encarar defeitos nunca antes vistos
Amadurecer
E acalmar os nervos e florescer, amanhecer...

...enlouquecer na manhã que mudará o rumo
Para o sentido certo e não o mais curto
Com mais profissionalismo e menos amadorismo
Menos discurso...
Menos traumatismos...

Às vezes eu me faço
Às vezes eu invento o que quero saber
Às vezes eu enlouqueço
De tanto acreditar na utopia do viver

DANIEL BEDOTTI SERRA

20 comentários:

Jacque disse...

Daniel, meu bom amigo, lendo esse seu poema de agora, percebo que você divide algumas semelhanças comigo. como cita: "Às vezes..." Vejo que há nisso uma vonta de ser e não ser. Não podemos mesmo mudar o que somos, isso jamais. Vejo as pessoas sofrendo em virtude de mudanças... Nessa minha existencia aprendi demais sobre mim, e garanto, eu jamais irei mudar, mas melhorei muito o que sou. Vi que entendeu a significação de tudo o que eu quis dizer em meu texto. Obrigada pela doce visita. Esse seu poema é belíssimo, enxerguei-me nele, em todos os versos.

Abraço carinhoso!

Márcio Vandré disse...

Às vezes o silêncio se cala. Surge a fala. E o amanhecer...

Belo texto, cara!
Um abraço!

Mariah disse...

AS VEZES DO CERTO...E OUTRAS (TANTAS) VEZES DO AVESSO!

Katrina disse...

as vezes eu me invento

Cris Teles disse...

Às Vezes Céu Azul, Às Vezes Tempestade...
Parabéns pelo poema!!!
Beijos!!!

Nova Civilização disse...

é bom saber que a vida é feita de contrários... é isso que nos anima!

Belo poema,

beijinhos

Gisele

Déia disse...

Oi Daniel,


Adorei.
Acho que vc conseguiu extrair um pouquinho das questões que cada um tem dentro de si...é a multiplicidade dos seres, dentro de mim.

bj

Triste Flor disse...

MAS nunca podemos desacreditar... lindo blog, lindas palavras... abços

rattleheadbrasil disse...

Bom dia amigo, obrigado pelas palavras no meu blog! Fico feliz pelas pessoas gostarem dos posts e utilizá-los como guia para conhecer coisas, esse é a idéia! Retribuirei o link do seu blog, muito bem escrito por sinal, no meu!

Abraços irmão!

Tainá disse...

Talvez a paz que nos salva da loucura disso tudo esteja nas pequenas coisas... muito lindo o poema! Beijo

Anne Lieri disse...

Daniel,eu tb enlouqueço por acreditar na utopia de viver!Mas tenho fé nas crianças,acredito que elas ainda farão a diferença nesse país!Muito linda e profunda sua poesia!Gostei da nova formatação de seu blog!Abraços,

Rocker disse...

Parabéns pelo blog , são belos textos podemos trocar links de divulgação, depois de uma passada ao meu.


http://loverocklive.blogspot.com/


abraços rock and roll

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº
Agradecendo tua passagem lá no "Incongruências"... dir-te-ei que te admiro rapaz...

... advogado, musico e ainda com tempo p'ra fazer poesia (e boa).

Parabéns e 1 abraço

Bruno Bedotti disse...

Dani, violentamente pacífico!

"Lo que brilla con luz propia
Nadie lo puede apagar
Su brillo puede alcanzar
La oscuridad de otras costas"

Fernando Antonio Pereira disse...

Valeu a visita Daniel gostei sobremaneira e mais ainda da maneira como escreve. Parabéns pelo poema.
Abraços de Luz.

Bela disse...

E assim segue os que querem da vida o viver.
Lindos versos.
Abraços moço ;)

Anne Lieri disse...

Daniel,voltei para avisar que vc está no meu blog hoje!Não é por nada,não,mas ficou lindinho!Obrigada e abraços,

Mônica disse...

As vezes eu invento o que quero saber.
Daniel
Me dá uma vontade de imprimir seus textos só para mim.
Pra que eu pense e o coloque na minha vida alguns pedaços do que escreve,
Este é um deles.
Eu te quero muito bem. ´Quero te ver realizado e seus sonhos concretizados assim como quero para meus sobrinhos
Porque voce me faz companhia.
Com carinho Monica

Lilianne Mirian' disse...

- Cheias de Oscilações. Esta a vida. A nossa Vida.

Adorei o texto!
é bom estar de volta.:]

BeiijoOOs!

Jaqueline disse...

Esse texto me fez ver que nem sempre inconstancia é ruim, e eu me senti invadida por uma paz, por simplesmente ser inconstante... e feliz, ou não...
Bjus