quinta-feira, 16 de junho de 2011


O ENTE QUERIDO

Lamentavelmente, o ente foi-se
Juntou-se às estrelas do céu
E suas cinzas foram jogadas no azul profundo do mar

Enquanto doente, o ente morto já estava
Não sentia mais prazer na vida
Não mais, de seu habitual descanso, se levantava

Com pena, Deus, contrariado o chamou
E o ente com prazer atendeu ao seu chamado
E, assim, encontraram-no, ao final do dia, deitado

Ao subir, Deus chamou sua atenção
Mas o ente, de tão feliz que estava, não prestou a mínima atenção
Pois vida nova o aguardava
Pensava que não havia cometido suícidio
Isso, já bastava

De repente, uma nova luz no céu se acende
E a vida que aqui se apagou, ilumina, lá de cima, a vida de seus outros queridos entes

Entes que iluminam uns aos outros
Para sempre em suas vidas presentes

DANIEL BEDOTTI SERRA

7 comentários:

Juliano disse...

Se todos tivessem uma visão tão linda e sutil como você, o mundo estaria muito melhor.

Grande abraço Daniel

EU SOU NEGUINHA disse...

Que tudo seja assim...
Luz,paz e amor..
Beijos

Evanir disse...

Olá!!!
Estou aqui estou esperando você voltar no meu blog .
Sim moro no Guarujá a muitos anos creio que será para sempre.
E moro nas no Jardim Las Palmas no Astúrias .
Li seu perfil você é de tudo um pouco
advogado ,musico,poeta ,cantor adorei seu curricolo .
Seu site é excepcional espero seu retorno no meu blog vou homenagear você fico muito feliz quando encontro alguém que tem algum laço aqui no Guarujá.
E para finalizar você escreve muito amei suas postagens.
SE escrevesse metade que você escreve já teria lançado um livro
pois você é genial.
Um abraço carinhoso..Um feliz final de semana beijos,Evanir.

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Gostei da tua dissertação ...

Abraço!!!

✿ chica disse...

É sempre triste quando um ente querido se vai...Mas como dizes, ele está a iluminar por lá agora.

Fiquem bem, abraços,chica

O Árabe disse...

Assim é, Daniel: eles continuam conosco. O amor é eterno, como a própria alma. Bonito texto! Meu abraço, boa semana.

Menina Misteriosa disse...

Lindo!
Sutileza na mudança de perspectiva...

É preciso permitir que a paz exista, mesmo que a gente não entenda...

Beijo

MeninaMisteriosa