segunda-feira, 13 de junho de 2011


ELE QUER VOCÊ!

Ele quer você!
Aonde ele quer chegar?
De tanto tentar ocultar você.

Ele só pensa em você!
Tem medo da sua beleza mostrar o quanto é fácil amar você.
O quanto é fácil amar... você.

Ele só pensa em você!
Tem medo da chuva molhar
O quadro que ele pintou em você.

Ele só pensa em você!
Ou será que não sabe amar?
Será que não sabe deixar você ser você... ah! ahhhh!!

Não há mais sentimento que seja capaz de sobreviver à loucura que existe em você
Não há mais sentimento que seja capaz de sobreviver à loucura que existe em você
À loucura que existe em você
À loucura que existe em você
À loucura que existe em você ahhhhh!!!

Ele quer você!
Aonde ele quer chegar?
De tanto tentar ocultar você.

Ele só pensa em você!
Tem medo da sua beleza mostrar o quanto é fácil amar você.
O quanto é fácil amar... você.

DANIEL BEDOTTI SERRA
2005

15 comentários:

Ana Wants Revenge disse...

uhuuuuuuu!

:)))
.
.
.

Leka disse...

Lento o teu texto me fez pensar naqueles amores obsessivos...

bjs, paz e obrigada pela presença lá no meu cafofo!
bjs, paz e boa semana!
http://guerradosmundosleka.blogspot.com/

Cris Teles disse...

Que lindo, Daniel!
Beijos

✿ chica disse...

Muito lindo,parece uma música intensa! Respondendo: A Anne está bem e o blog dela voltou:
é agora:

http://menina-voadora.blogspot.com/


abraços,tudo de bom,também estou feliz!chica

Vanessa disse...

Daniel, combinou perfeitamente com o simbolismo do dia dos namorados.
Respiramos amor quando lemos essas linhas, é apaixonante!
Boa semana para você :)
beeijo

Daniel disse...

É uma música SIM. E tem uma bela melodia, sem falsa modéstia.

Obrigado pelo Blog, Chica.

Daniel

Drisph disse...

Quero para mim o espírito desta frase,
transformada a forma para a casar com o que eu sou:
Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Fernando Pessoa

Fazendo uma visita e recebendo um presente, de tão lindas palavras que respingam até mesmo onde os meus olhos não alcançam...
Parabéns!!!
Estou seguindo o teu blog e convidando-a a seguir e conhecer os meus pedaços no diário de uma poetiza.
Beijos

Leonardo disse...

Daniel, se for uma música e tiver a mesma qualidade de Out Of You, vai ser muito boa! hehehe...
Abraço!

Jacque disse...

"Há sempre um pouco de loucura no amor..." Alguém já escreveu sobre isso, e eu sinceramente sou meio contra pensar assim. Gosto do amor bem dosado, simples, tranquilo...

O poema é lindo e tenso, bem típico dos que estão apaixonados.

Abraço e obrigada por estar sempre por lá.

Jacque

GarçaReal disse...

Não sei se este texto foi musicado, mas é belo no seu contexto de um amor obsessivo.Daria um linda melodia.

Gostei

bjgrande do Lago

O Árabe disse...

Mais do que música, talvez, Daniel... uma viagem, eu diria. :) Meu abraço, bom resto de semana!

Mônica disse...

Daniel
Eu não sei musica de jeito nenhume custo a escutar pois aqui em casa não temos este habito só quando a gente viaja.
Mas engraçado que leio sua musica cantando.
Eu escuto pena que não sei como.
E nem sei passar para voce pois não tenho ritmo nenhum.

Eu estou bem mamae é que esta otima do pé mas da asma nem tanto. E o frio!
EU enviei uma lembrancinha do aniversario dela pra voce.
Não conte para sua namorada mas não sei porque esqueço o nome já procurei no facebook mas não achei.
Alias eu só sei quando me avisam, nãos sei achar voce direito, foi a acompanhante da mamae que me ajudou.
Mas´a oração é pra voces três.
E de snato antonio de Pádua mas não é por que ele é o santo dos namorados não. Ele é o santo das coisas perdidas.
E aqui em casa a gente perde muito.Mas é só chama-lo que ele encontra.
com carinho
Um beijo na Lara

Ana Claudia disse...

Poética sua música, de simples escrita porém intensas...
bjo de flor pra ti!

LUCIENE RROQUES disse...

Bela letra. Enquanto um retrato possa dizer a mente adormece.
A alma se entristece ou não. Devaneios na verdade são conclusões.
Um abraço!

LUCIENE RROQUES disse...

Bela letra. Enquanto um retrato possa dizer a mente adormece.
A alma se entristece ou não. Devaneios na verdade são conclusões.
Um abraço!