quarta-feira, 12 de janeiro de 2011


SENTINELA

O sentinela...
Devagar e sempre
Observando de que lado anda a corrente
Não sou mais uma criança inocente
Hoje eu guardo rancor
Sou indecente
Se causar dor eu cerro os dentes
Consequentemente causará dor na sua mente = dor de consciência
Dormência...
Estado de defesa

DANIEL BEDOTTI SERRA

5 comentários:

Vanessa disse...

Parabéns pelo texto! É fantástico! "Se causar dor eu cerro os dentes!" Adorei! =)

Menina Misteriosa disse...

A parte da observação, em mim, é forte. E nem sempre saber é algo bom.
Gostei.

Beijo!

MeninaMisteriosa

Mônica disse...

daniel
Li um tantão de livros dizendo para utilizarmos nosso senso de observação para sermos mais felizes.
Eu sou super distraida!
Mas...

Daniel
Eu é que lhe agradeço por me dar momentos de alegria!
Suas palavrinhas, as fotos de Lara e só de dizer olá.
Fico feliz!
Sou movida pelo contato com minha familia e pelos amigos.
sem eles simplesmente não existiria
E adorei Florianopolis.
pena que passaram rapidamente 10 dias.

Eduardo Medeiros disse...

e aí, daniel, beleza?

esse sentinela é chamado pela psicanálise de superego. rs

abraços

Leka disse...

Depois que crescemos , viramos adultos e o "verdadeiro mundo" se revela a nossa inocência se vai mesmo por completo...quanto ao rancor esse é dureza pra arrancar de dentro...

bjuuus!
http://guerradosmundosleka.blogspot.com/