terça-feira, 12 de outubro de 2010



DE MIM PARA MIM MESMO

Fico feliz por não ser um escritor de profissão, pois, do contrário, não escreveria tudo o que escrevo, com a maior cara de pau, como se fosse o melhor escritor do mundo. Eu não me importo. Não existe pressão.

Isso é só descontração. Desabafo. É uma maneira de jogar para fora tudo aquilo que não presta dento de mim. São os meus piores pensamentos. Dúvidas. Medos. Agressividade.

Sou aquilo que deixo ser. 

Há um anjo e um demônio dentro de mim. 
Os Anjos eu interiorizo e os Demônios eu exteriorizo (como catarro).

Não me leve a mal - Não me leve a sério.

É psicologia. De mim para mim mesmo.

DANIEL BEDOTTI SERRA 

9 comentários:

*lua* disse...

Hum ... se todo catarro fosse tão denso e rico como teus pensamentos, juro ... não assoaria mais meu nariz! Beijo Daniel

Mônica disse...

Daniel
Como vou te dizer? Me acostumei com seu jeito.
Penso que meu sobrinho também é assim. Só que els não gostam de escrever.
Mas penso que imaginam o mundo como você.
Como voce penso que são super saudaveis.
E lendo aprecio o jovem e me encanto que o munso ainda tem pessoas lindas como você, Afranio, Tobias e Raphael.
com carinho MOnica

Mônica disse...

Daniel
Vou enviar a lembrancinha amanha.
Como que apaga o seu endereço?
A minha irmã só chega de noite para apagar.
Voce sabe?
Com carinho MOnica

Silvana Nunes .'. disse...

Olá, Daniel. Obrigada por suas belas palavras para com o meu trabalho. é o que mais sei fazer, contar histórias.
Lendo o seu post digo que temos as duas forças dentro de nós. A do "demônio" é para ser usada em caso de necessidade, para nos defendermos, por exemplo. Claro que violência não leva nada, mas precisamos dessa força para salvar a nossa pela, digamos assim. É por causa disso que as religiões ganham uma grana em cima das pessoas, elas não entendem que não podemos viver sem a dualidade, é o que nos equilibra. Sem o outro lado, adoecemos.
beijo grande.

Márcio Vandré disse...

Entre anjos e demônios, queremos o meio-termo, apenas.
Um abraço, colega!

Luciana disse...

Eh isso ai.
Todos temos anjos e demonios dentro de nos.O essencial eh saber exteriorizar os demonios como vc faz rs.

Beijo!

Wagner Kern Velasques Jr. disse...

Faço dos comentários acima minhas palavras.
Vc me disse que isso é como uma terapia. E é mesmo.

Abs, moleque.

Nova Civilização disse...

Olá Daniel,

estou aprendendo também que escrever é uma das melhores formas de nos conhecermos melhor. Gostei muito dessa sua reflexão.
Fico muito, muito feliz em ti sentir realizado como Pai e pela chegada da sua princesinha Lara. A família sem dúvida é o nosso maior tesouro e os nossos filhos uma grande benção de Deus para as nossas vidas,

beijinhos

Gisele

Menina Misteriosa disse...

É justamente isso: uma catarse. Costumo dizer que minha escrita não é o fim, é a procura, é o conhecimento.

Gosto de te ler, justamente, por não ter essa pressão... por ser algo cheio de emoção.

Um beijo,

MeninaMisteriosa