domingo, 20 de maio de 2012


DENTRO DO PEITO VIVE UM CORAÇÃO

Não importa o tempo que me resta
Não importa o tempo que eu vejo por trás da minha janela
Não importa a cor da minha camisa de flanela
Não importa se for Alice in Chains, Soundgarden, Nirvana ou Pearl Jam

Não importa se eu acho que a música que eu faço é a melhor
Não importa se eu acho que a música que eu ouço é a melhor
Importa fazer
Importa importar e exportar cultura
Levar adiante de forma sincera

Importa o coração que pulsa e existe dentro do peito
Importa a ação consciente
Importa a valorização das raças... seja humana ou não
Importa o que faz bem... sem machucar nenhum coração

DANIEL BEDOTTI SERRA

3 comentários:

O Árabe disse...

Isso, Daniel. Importa fazer sempre o nosso melhor. Meu abraço, boa semana!

Mônica disse...

Daniel
Eu adorei o que escreveu.
Eu gostei muito!
Estamos aqui no interior aguardando o profissional para instalar a internet.
Semana que vem passarei uma semana em BH.
Estou reaprendendo a dirigir pois aqui tem muito morro.
Estou aprendendo a bordar com mamae.
Estou lendo muito.
Estou indo na ginastica.
Mas estou com saudades de voces!

com carinho Monica

Leonardo disse...

Disse muito nessas poucas palavras.
O coração representa o que somos, aquilo que há de mais sincero.
Mas um coração também precisa de cuidados, zelo. E ele pode ficar ainda melhor, dependendo da batida que pratica.

Por falar em Alice in Chains, esta imagem e o texto me lembraram a capa de Black Gives Way to Blue.

Abraço,
Leonardo.