segunda-feira, 16 de abril de 2012


A MISTERIOSA TRAGÉDIA ESPIRITUAL QUE SE RENOVA NO TEMPO

Ao tocar estridente da sirene eu me arrepio.
Pois mais um corpo está cedendo aos encantos da morte de maneira trágica.
Mágica é a passagem do pedestre por essa vida passageira.
E passageiros são pessoas que temporariamente transitam em um espaço de tempo.
E o tempo não tem limite. Não tem fim.
Sem final.
Espírito eterno.

DANIEL BEDOTTI SERRA

Um comentário:

tossan® disse...

O tempo não dá tempo ao tempo. Abraço