domingo, 27 de dezembro de 2009


-
2010 É O ANO
-
Estou feliz, em paz, e em férias em Florianópolis. Depois volto ao Guarujá mais uma semana pra ficar com minha família.
-
O Natal foi um dos mais felizes da minha vida.

-
Família
Amigos
Presentes
Bebida.
-
Saudades da minha família.
-
Só percebemos o quanto amamos alguém quando temos de nos despedir, e eu chorei com cada abraço e beijo que ganhei antes de vir para cá.
-
Amo minha família.
Amo minha vida, a vida que eu escolhi para mim. Com os amigos e a namorada que eu escolhi para mim. Com tudo de melhor, sempre!
-
FELIZ 2010!
Obrigado.
-
=)
=)=)
DANIEL BEDOTTI SERRA

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009


"EU" INTERIOR

A mágica e misteriosa viagem pela mente dela:
"Vivendo a princesa a espera do príncipe
Que atravessa a cavalo um deserto
Em busca dela"

Como desenhos de Walt Disney
Como pinturas em tela
Cinema em casa
E alguém na janela

Janela secreta essa que nos leva a imaginação
Imaginação que foge da realidade
Realidade inverídica que leva a ilusão
Ilusão de ótica que deturpa, confunde a imaginação

Sonhos que nos levam à felicidade
Sonhos que nos levam à verdade
Mentira!
Quando põe os pés na realidade mexe novamente na ferida

Ferida aberta que nunca cicatriza
Não é tratada de forma adequada
Socorre-se na fuga
Na imaginação como a Bela Adormecida

Adormecidos que nunca acordam
Adormecidos que não vivem a vida
Vida real! (Ah, Vida Real)
Vida realmente vivida

Sentida!
No sentido de mão única
Sem olhar para trás
Sem lamentar a flecha perdida

Lançada com esperança
Na busca por mudança
Acabando com o passado
Do "EU" interior.

DANIEL BEDOTTI SERRA

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009


AÍ, MEU DEUS!

É tão difícil dar a outra face pra bater. Deixar que alguém bata sem ao menos reagir. Até porque uma das minhas faces já está muito machucada. Vermelha! Não aguento mais! E nem por isso vou dar a outra, assim, de graça. Não. E você ainda me pede paciência?! Mais? Não, meu querido. Com todo o respeito, eu devo lhe dizer que às vezes é necessário revidar. E de preferência, com as mesmas armas que usam contra a gente. Afinal de contas, eu sou humano, né?! rsrs E humano erra pra caralho, Jesus! Vocês (Deus e Jesus) sabem bem disso.

E não é que esse tal de Demônio existe mesmo?! Poxa, por muitos e muitos anos eu duvidei disso. Ele existe sim, e está dentro de nós mesmos. Seja Preto, Branco, Vermelho, Amarelo, Azul ou Roxo. Pode ser o que for. Ele pode estar ali também. Em qualquer lugar.

Eu acredito em você Deus, mas gosto de soltar o Demônio que existe dentro de mim às vezes rsrs Me perdoe por isso, é mais poesia do que qualquer coisa real, mas também não deixa de ser verdade. Muitos achavam que era mais Rock N´ Roll do que qualquer outra coisa, mas pode ser Textos, Música e Poesia também. Está em todo lugar.

OBS: POSTAGEM SOPRADA PELO DEMÔNIO QUE EXISTE DENTRO DE MIM.

DANIEL BEDOTTI SERRA

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009


NÓS NOS TORNAMOS...

Nós nos tornamos "jornalistas" por estarmos cansados de ler as mesmas matérias sensacionalistas porcarias que publicam por aí. Passamos a publicar as nossas.

Nós nos tornamos "músicos - cantores e compositores" por estarmos cansados de ouvir aquele mesmo lixo comercial dos últimos anos. Passamos a compor o que queremos ouvir.

Nós nos tornamos "poetas" por não acreditarmos na poesia que simplesmente não existe mais. Poesia é vida. Deixamos de viver. Cria-se vida então.

Nós nos tornamos "humanos" quando percebemos e corremos atrás do que realmente nos faz bem. Do que realmente faz amadurecer e faz evoluir o nosso espírito.

Nós nos tornamos "políticos" quando nossos olhos não suportam mais ver tanta corrupção. Quando nossos políticos não prestam mais. Falta de caráter não tem conserto.

Nós temos de nos tornar tantas coisas nessa vida.
-
Jornalistas
Músicos - Cantores e Compositores
Poetas
Humanos
Políticos
-
DANIEL BEDOTTI SERRA

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009


DESUIT NO DIMINUTA BAR (13 DE DEZEMBRO DE 2009)
-
Logo às 10:30 da manhã de ontem, estávamos os 4 na porta do bar esperando abrí-lo, para montar nossas aparelhagens, instrumentos e preparar o show.
-
Montamos, passamos o som, e fomos embora para voltar ao bar por volta das 15:30.
-
Confesso que estava nervoso como não ficava desde a primeira vez que subi em um palco em 1991 na audição de final de ano dos alunos do meu professor. Errei tudo aquele dia, e estava com medo.
-
-
O show começou por volta das 17:40 e realmente foi muito bom. Fiquei surpreso com a recepção dos velhos amigos que sempre nos acompanham e das pessoas que ali estavam.
-
O bar lotou.
Isso porque a chuva e o tempo ruim atrapalhou um pouco. Pelo menos eu senti falta de umas 15 outras pessoas que confirmaram presença mas não puderam comparecer.
-
No final deu tudo certo. Não havia motivo para tanta insegurança, pois eu faço isso há tantos anos. Mas a tal da insegurança sempre nos procura, né?
-
Foi muito melhor do que o esperado, por todos, e não apenas para a banda. E a verdade é que merecemos isso, pois quem nos conhece sabe que essa banda sobreviveu a diversos problemas esse ano, principalmente a desistência de membros.
-
Mas a vida sabe o que faz, e sozinha, sem precisarmos sujar as mãos, as peças foram sendo trocadas, sem a interferência de qualquer um dos membros que ali estão hoje. E eu estou feliz pela banda que tenho hoje. Do jeito que eu gosto. Tocando o que eu realmente gosto e que entendo ter valor.
-
-
REPERTÓRIO
-
01 - N.I.B. (BLACK SABBATH)
02 - ATÉ QUANDO ESPERAR? (PLEBE RUDE)
03 - I BELIEVE IN A THING CALLED LOVE (DARKNESS)
04 - ROCKING IN THE FREE WORLD (NEIL YOUNG)
05 - JUMPING JACK FLASH (ROLLING STONES)
06 - NO MATTER WHAT (BAD FINGER)
07 - I USED TO LOVE HER (GUNS AND ROSES)
08 - LOVE ME TWO TIMES (THE DOORS)
09 - DIVERSÃO (TITÃS)
10 - NÃO PARE NA PISTA (RAUL SEIXAS)
11 - HIGHER GROUND (RED HOT CHILI PEPPERS)
12 - COMMUNICATION BREAKDOWN (LED ZEPPELIN)
13 - HELTER SKELTER (THE BEATLES)
14 - WHOLE LOTTA LOVE (LED ZEPPELIN)
-
DANIEL BEDOTTI SERRA

sábado, 12 de dezembro de 2009


KEEP ON ROCKING IN THE FREE WORLD...
-
"No final das contas sempre prevalece a arte que existe dentro de você."

Minha banda, DESUIT, vai tocar esse domingo a partir das 15:30 horas, no DIMINUTA BAR, no bairro do Ipiranga, na Rua Almirante Lobo, número 622, São Paulo - Capital.

Entrada: 4 reais.

Para quem gosta de Bad Finger, The Doors, Guns N´ Roses, Neil Young, The Darknees, Titãs, The Beatles, Rolling Stones, Led Zeppelin, Black Sabbath e outros... pode ser uma boa opção para o próximo domingo (amanhã).
-
Hasta la vista, baby!
-
DANIEL BEDOTTI SERRA

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009


AVENIDAS AZEDAS

Sorrir para as desgraças
Encarar com desapego
No aconchego do seu cheiro
No olhar da sua graça

No som da minha guitarra
Descarrego minhas lamúrias
Não são poucas, são muitas
Mas a tristeza não me amarra

Medo, para o quê te quero?
Para o quê te volto o meu olhar?
Para o quê, contigo, perco o meu tempo?
Se escrevo sozinho o meu próprio caminhar?

Nas avenidas azedas da solidão
Tive de te deixar
Para seguir a minha estória
Sem medo de apanhar

Perdi o medo de perder
Perdi o medo de amar
Perdi o medo de sentir
O vento me levar

Que mal podes me fazer
Se eu nem olhar o seu olhar?
Que mal posso sentir
Se nem quero te encostar?

Não se combate o mal com o mal
Muito menos com um triste revidar
Quem aqui nasceu sabendo
Para poder alguém julgar?

Adversidades que surgem para ensinar
Desgarrar das coisas antigas
Seguir em frente
E voltar ao devido lugar

DANIEL BEDOTTI SERRA

terça-feira, 8 de dezembro de 2009


segunda-feira, 7 de dezembro de 2009


SABE...? UMA POSTAGEM INFELIZ!

Sabe quando o tempo muda tudo, e não somos mais os mesmos de antigamente?
Sabe quando temos que deixar alguém que gostamos demais para trás, por incompatibilidade musical, emocional ou profissional?
Sabe quando você poderia simplesmente fingir que tudo está bem, mas às vezes a vida pede pra você tomar decisões?
Sabe quando você sabe que tem de fazer algo, mas também sabe que a consequência vai ser a tristeza, e talvez ninguém saia ganhando com isso?
Sabe quando não se tem mais tempo a perder?

Pois é!!

Foi isso que fiz, e fiquei triste por deixar pessoas que gosto para trás. Dói. Mas quando há incompatibilidade nada temos a fazer. Pra que adiar? Pra que fingir? Não é melhor ser honesto? Ou é melhor jogar o jogo da mentira? Eu cansei disso, porra!!

É melhor doer agora e ser honesto comigo e com todos.
Vou sair daqui e ouvir Sad Song.

DANIEL BEDOTTI SERRA

domingo, 6 de dezembro de 2009


CONSTRANGEDORA E INJUSTA!

Era apenas mais um dia de diversão, mas na saída do bar, ao entrar no carro, um sujeito anuncia sua má intenção, e transtornado ele reage. Um tiro no escuro, um grito longe da multidão e o som de passos largos que diminuem a cada nova passada. Passou!

A camiseta que era branca virou vermelha.
O rosto que estava divertido agora estava em pânico.
O corpo que era forte estava encostado no carro sem forças.
Medo!
Muito medo de morrer.
E antes mesmo de amanhacer ele já não existia mais.

Seus sonhos foram deixados de lado por outrem que decidiu seu destino. Injusto! Injusta é essa vida.

A namorada que era plano de casamento deixou de ser.
O afilhado que iria ver no domingo seguinte ficou esperando.
Os pais que morreriam primeiro estavam um filho enterrando.

Está errado!
Fora de ordem!
Fora de controle!

A morte é constrangedora.
Onde já se viu desabar no meio da rua, sem ação alguma, com o sangue escorrendo pelo corpo e pelo chão, com desconhecidos olhando como se um indigente fosse.

A morte é constrangedora e injusta.

DANIEL BEDOTTI SERRA

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009


O RÁPIDO MOVIMENTO DOS OLHOS

Preste atenção!!
Olhos atentos a todo momento.
Capitão Marvel vai te pegar.

Eu gostaria que minha vida fosse eternamente a música "The Sidewinder Sleeps Tonite".

Simplesmente MARAVILHOSA!

DANIEL BEDOTTI SERRA

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


SEDE

Olhar distante
Pois já não penso apenas no presente
É pouco!
Não sou mais tão inocente
Indecente!
Quero pouca água
E mais sede
Quero pouca água
E mais sede
Mais sede...
Mais sede...

Desistindo das pessoas
Mas nunca de um sonho

Desistindo de quem não acredita em você
Mas nunca de um sonho

Eu tenho pernas
Para ir onde eu quiser
E não para onde querem me levar

Quero pouca água
E muito mais sede
Mais sede...
Mais sede...
-
Há um copo de água ali em frente!
-
DANIEL BEDOTTI SERRA

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

REPOSTAGEM...


AMÁVEL LYLA

Lyla, o que te levas a receber minhas migalhas por uma noite de amor?
Tão bonita e tão ardente, poderia conquistar tudo se tivesse valor.
Olhando seus olhos vejo que tens vontade de sentir um pouco de dor.
Você se machuca pra sentir-se viva nesse mundo de horror.

Ontem, me entreguei nos seus braços pagando por seu preço estipulado.
Hoje, te procurei mais uma vez, mas fiquei com medo de ficar apaixonado.
Minha hora acabava, mas não era como se o tempo eu tivesse matado.
Eu ficaria muito mais, te acariciando, enquanto você dormi, ao seu lado.

Quando você entra, simplesmente eu saio de mim.
Esperando que aquele momento nunca tenha um fim.
Nas minhas veias você corre me viciando para eu não fugir.
Em mais um dia da minha vida que não foi feliz.

Lyla, porque nos teus olhos eu não vejo expressão?
Não seria justo você ganhar a vida em troca da minha diversão.
Por fora você parece uma sereia, mas por dentro sua alma está em pedaços.
Junte os cacos da sua vida, não a deixe em retalhos.

Comigo você não deve se preocupar.
Tenho uma vida toda pela frente, eu vou encontrar o meu lugar.
Preciso apenas de um tempo pra minha vida eu reorganizar.
Nos seus braços eu encontrei refugo, mas sem eles eu volto a me levantar.

O seu príncipe chegará, não perca tempo se divertindo com sapos.
Ele chegará a cavalo e enfrentará diversos obstáculos.
Apronte-se para uma nova fase da sua vida, vá tapando seus buracos
E assim você poderá fugir com ele para uma ilha, com água, cocô, areia e passaros.

De todas minhas "musas" você foi a melhor.
De todas minhas amantes você foi a maior.
De todos meus desejos você foi um dos poucos que realizei.
De todo o meu tempo, com muito prazer com você eu desperdicei.

Adeus, minha amável lyla.
De mulher da vida, será a mulher de um único cara.
Infelizmente, não tenho fotos suas pra colocar na estante da minha sala.
Mas minha memória é grande e nela você ficará sempre armazenada.

DANIEL BEDOTTI SERRA
20/02/2007